Bolsonaro renomeia Carlos Marun para o Conselho de Itaipu

Presidente do Inep afirma que ainda é cedo para adiar o Enem 2020
15 de maio de 2020
São Paulo retoma rodízio normal e tenta antecipar feriados
17 de maio de 2020
Exibir tudo

Marun foi ministro da Casa Civil de Temer e aliado próximo de Eduardo Cunha; ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, também ganhou vaga no colegiado


Carga Excedente - O presidente Jair Bolsonaro reconduziu para novos mandatos quatro conselheiros da hidrelétrica binacional de Itaipu, parceria entre Brasil e Paraguai, e nomear o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para uma vaga no colegiado.

Unidades - Todos os nomeados, incluindo os reconduzidos, terão mandato até maio de 2024, segundo decretos publicados em edição extra do Diário Oficial da União na noite de sexta-feira.

Carga Excedente - Entre os conselheiros reconduzidos estão o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr. A estatal é responsável pela gestão de Itaipu no Brasil e comercialização de sua energia, o que é feito no Paraguai pela também estatal Ande.

Home - Também tiveram os mandados renovados os conselheiros Clélio Faria Júnior, Carlos Marun e José Carlos Aleluia.

Clientes - Marun foi ministro da Casa Civil no governo do ex-presidente Michel Temer, que o indicou para o conselho de Itaipu, enquanto Aleluia é ex-deputado federal (DEM-BA) e ex-presidente da Chesf.



Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/bolsonaro-renomeia-carlos-marun-para-o-conselho-de-itaipu/

Os comentários estão encerrados.