Destaque

04/12/2017 - RODOANEL FICARÁ PRONTO EM 2018 AO CUSTO DE 26 BILHÕES..

Saiba mais

Notícias e Destaques - Gelog

Mais segurança nas rodovias paulistas


Por, Duarte Nogueira
O Governo do Estado de São Paulo fecha 2015 com dados bastante positivos nas estradas paulistas: redução de 15% no número total de acidentes com vítimas e de 24% nos registros com vítimas fatais, de acordo com levantamento da Polícia Militar Rodoviária. Reduzir o número de acidentes e de mortes é sempre um grande desafio para os órgãos responsáveis pela segurança viária. Além dos investimentos em infraestrutura e equipamentos operacionais, que modernizam as estradas e aumentam a segurança, a redução só se torna possível quando temos também a participação efetiva do cidadão.
Como protagonista neste cenário, o usuário de rodovias – seja motorista, motociclista, ciclista ou pedestre – participou no último ano de diversas campanhas de segurança realizadas pelo Estado e pelas concessionárias. O objetivo desse esforço conjunto é alertar o cidadão sobre as principais causas de acidentes e incentivar a adoção de atitudes que preservam a vida.
Em janeiro de 2015, o Governo do Estado lançou uma campanha sobre o uso de cinto de segurança aos passageiros do banco traseiro. Pesquisa realizada pela Artesp mostrava que 53% dos passageiros não usavam o equipamento, que é responsável por salvar vidas. O excesso de velocidade, o consumo de bebidas alcoólicas e o uso de celulares no trânsito também foram alvos de novas campanhas. Como a mudança de comportamento é algo que não acontece do dia para a noite, em novembro o Estado de São Paulo lançou a campanha “Vida, Dê Preferência”, que trouxe o depoimento de pessoas que tiveram suas vidas atingidas por graves acidentes. Assim, com base nesse esforço conjunto empreendido pelo Departamento de Estradas de Rodagem, Artesp e Polícia Militar Rodoviária, conseguimos um ano de operações especiais em feriados prolongados com sucessivas reduções nos números de acidentes.
Investir na proximidade com o cidadão é fundamental para o aprimoramento dos mecanismos necessários ao Estado em sua intransigente defesa dos anseios da sociedade. Precisamos cada vez mais analisar o dia a dia com os olhos de quem usa os serviços públicos e ao mesmo tempo fornecer informações que reforçam conceitos de responsabilidade e respeito no trânsito. As rodovias paulistas estão entre as melhores do país e essa é uma situação constatada por milhões de motoristas. O usuário percebe os investimentos que são feitos e entende que sua contrapartida é importante para melhorar condições do tráfego e gerar mais segurança a todos.
As rodovias adquiriram nos últimos anos um perfil mais urbano, uma vez que vários trechos cortam municípios de grande adensamento populacional. As medidas preventivas de segurança nesses casos foram incrementadas, como a instalação de passarelas, radares de velocidade e sinalização de tráfego lento, além da implantação de ações operacionais que garantem a fluidez do trânsito. Isso repercutiu, por exemplo, na redução de 28% no número de atropelamentos fatais.
Todas essas medidas, mais a recuperação de 1,4 mil quilômetros de pistas e a duplicação de outros 120 quilômetros de rodovias (somando-se obras do DER e das concessionárias), fizeram de 2015 um ano para comemorar, mas sem perder de vista a sequência ininterrupta de avanços que todos desejamos. E que certamente continuaremos a alcançar em 2016.
Autor, Duarte Nogueira, secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo.
Fonte: SECRETARIA ESTADUAL DE LOGÍSTICA E TRANSPORTES