Vaticano reconhece segundo milagre e Irmã Dulce será proclamada santa

99 lança ferramenta de reconhecimento facial para motoristas
13 de maio de 2019
Indonésia escolherá sua nova capital este ano
15 de maio de 2019
Exibir tudo

Beatificada em 2011, a Irmã Dulce será proclamada santa na celebração solene de canonizações

Separação e Etiquetagem - Por Estadão Conteúdo

Serviços -
access_time

14 maio 2019, 10h51

Carga Refrigerada - São Paulo – O Papa Francisco assinou nesta segunda-feira, 13, um decreto que reconhece o segundo milagre atribuído a Irmã Dulce e fará com que ela seja proclamada santa. Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011.

Administração - A informação foi divulgada pelo Vatican News, canal oficial de comunicação da Santa Sé. O site afirma que a canonização da Irmã Dulce acontecerá em celebração solene de canonizações.

Gestão Integrada - O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta segunda-feira, o prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, e autorizou a promulgação do decreto.

Institucional - O milagre é atribuído à intercessão da Beata Dulce Lopes Pontes (nome de batismo: Maria Rita Lopes de Sousa Brito), conhecida como Irmã Dulce – “O Anjo bom da Bahia”, recordada por sua obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados.

Contato - Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a Beata Irmã Dulce nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992.

Trânsito Aduaneiro - Outro decreto publicado diz respeito a outro brasileiro, atribuído às virtudes heroicas do Servo de Deus Salvador Pinzetta (nome de batismo: Hermínio Pinzetta), religioso da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos; nascido em Casca, no Rio Grande do Sul (Brasil) em 27 de julho de 1911 e falecido em Flores da Cunha (RS) em 31 de maio de 1972.

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/vaticano-reconhece-segundo-milagre-e-irma-dulce-sera-proclamada-santa/

Os comentários estão encerrados.